Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Ambiental

AMBIENTAL

O cuidado com a agenda ambiental sempre foi uma das grandes preocupações das empresas do Grupo Energisa, que tem um compromisso permanente de convivência harmoniosa com os recursos naturais, pensando sempre no desenvolvimento do País e no conforto dos clientes através de ações sustentáveis e responsáveis ambientalmente.  

CONSUMO CONSCIENTE

A matriz energética brasileira ainda é muito dependente de usinas hidrelétricas e quando chove pouco, os níveis dos reservatórios ficam comprometidos e é preciso acionar outras fontes mais caras de geração de energia, como as termelétricas, movidas a carvão ou petróleo, para tentar suprir a demanda da população.  Por isso é importante praticarmos o consumo consciente dos recursos naturais, evitando gastos desnecessários que demandam mais energia. 

Você sabia que, em média, cerca de 5% a 15% do consumo total de energia de uma residência é composto pela TV? Pois é, muita coisa. Mas pequenas mudanças de hábitos podem evitar grandes desperdícios e ajudar na economia. Vamos de dicas? Assiste TV até pegar no sono? Ajuste o timer/sleep para que ela desligue automaticamente; evite deixar a TV em standby, pois ela continua consumindo energia. Tire sempre da tomada; Família assistindo a uma TV em cada cômodo? Que tal reunir todo mundo para ver um programa legal junto? Vamos compartilhar boas ideias?

O chuveiro é um dos eletrodomésticos que mais usam energia elétrica e pode ser um vilão para suas contas de energia. Procure tomar banhos rápidos, de até cinco minutos, se quiser economizar na conta de luz. O ideal é evitar colocar o chuveiro na potência máxima – com a temperatura regulada no modo inverno aumenta o gasto em 30%;  

Separe o dia para lavar roupa e utilize o máximo de roupas indicado pelo fabricante de uma só vez. As pessoas que lavam roupas em pequenas porções e várias vezes por semana certamente tem um gasto muito maior. Outra dica é limpar periodicamente o filtro da máquina e sempre que possível, aproveitar os dias ensolarados para secar as roupas naturalmente, as secadoras de roupa aumentam muito o consumo de energia  

Quer saber mais? 






DESCARBONÔMETRO  

O combate às mudanças climáticas faz parte da Agenda de Sustentabilidade, no qual o Grupo Energisa assume o compromisso com toda a sociedade para a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa – GEE. Uma das iniciativas é a desativação, até 2025, de 19 termelétricas a diesel, em operação na região Amazônica. A decisão irá beneficiar diretamente uma população de cerca de 400 mil pessoas, moradoras de 16 municípios, e indiretamente todo o país. 

Buscando dar maior transparência a esse processo surge o Descarbonômetro, uma espécie de relógio em tempo real que informa ao público de qualquer lugar do planeta o volume de CO2 (dióxido de carbono) que deixou de ser emitido por conta do desligamento das termelétricas na Amazônia. 

Acesse e conheça o Descarbonômetro.




MAIS LUZ NA AMAZÔNIA

O Programa criado pelo governo federal em 2020, tem o objetivo de levar energia elétrica gerada por fontes limpas e renováveis para a população localizada nas regiões remotas dos estados da Amazônia Legal.  

Por meio de convênio com Ministério de Minas e Energia, a Energisa Acre será a responsável por realizar 1.368 ligações em 2022. As áreas cobertas são de difícil acesso e distantes das redes de distribuição convencionais. Além do Acre, estão previstos em 2022 900 atendimentos em Rondônia, 586 em Tocantins e 410 em Mato Grosso. 

Com isso, a distribuidora irá prover solução de geração solar fotovoltaica na região, de forma a contribuir para a integração, melhoria da qualidade de vida e redução de vulnerabilidade social e econômica dessas comunidades, que são em sua maioria ribeirinhas e indígenas. 




VILA RESTAURAÇÃO

Iniciado ao final de 2019 pela Energisa e Alsol, o projeto compreende a instalação de micro rede composta de usina solar fotovoltaica, armazenamento de energia com uso de baterias, além de geração de backup movida a biodiesel na comunidade localizada na Reserva Extrativista do Alto Juruá, no Estado do Acre.  



Anteriormente abastecida por um gerador a diesel, não sustentável financeira e ambientalmente, os moradores da Vila Restauração tinham acesso à energia elétrica por apenas três horas por dia, e ainda de forma não recorrente (caso o gerador parasse de funcionar, durante o período de espera e realização da manutenção, a população ficava sem energia).



Nesse contexto, a população local sofria com a baixa qualidade de vida e a dificuldade de realizar atividades e arranjos produtivos mais complexos. 



O projeto, que tem duração de aproximadamente três anos, com previsão de conclusão em setembro de 2022, irá transformar a vida das famílias que lá residem, incentivando o desenvolvimento econômico e social da região, além de criar um modelo sustentável de replicação do sistema para outras localidades similares, com excelência, alta tecnologia e modicidade de custos. 

Resultados esperados:  

Entrega de um sistema de geração fotovoltaica (325 kWp – 580 placas solares) com sistema de armazenamento de energia em baterias (829 kWh), que fornecerá energia ininterrupta, sustentável e de qualidade para toda a comunidade. Em casos de escassez provisória de energia, durante semanas chuvosas com pouca irradiação solar por exemplo, dois geradores operarão com biodiesel como backup ao sistema. Portanto, a Vila Restauração sempre será provida de energia renovável.  

Geração de emprego e renda:  aproximadamente um terço do total de colaboradores da obra, tanto para realização de atividades direta ou indiretamente (cozinha, limpeza, lavagem, arrumação, etc) relacionadas era de moradores da vila, contratados e capacitados, mediante necessidade, para atuarem no projeto;  

Instalação de uma torre de telecomunicações, em parceria entre a Energisa e TIM, trazendo conectividade de dados e voz para a Vila Restauração; 

Execução de projeto piloto, inédito para o caso de sistemas de geração isolados, como o da Vila Restauração, de solução de transação provisória de créditos de energia entre os moradores, que reforça a tendência inovadora de transformação do consumidor em “prosumidor” além de prover uma ferramenta de colaboração entre os moradores visando o apoio à segurança energética do sistema de geração (“noção de dono”); 




ILUMINA PANTANAL

O projeto ocorre com a instalação de placas de energia solar na área das residências dos moradores, que passam então a possuir o Sistema de Geração Solar Individual. Um investimento de R$ 127 milhões, sendo R$ 73 milhões da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e R$ 51 milhões da Energisa. 



Até abril de 2022 o projeto de universalização vai levar energia elétrica limpa e sustentável a 2090 famílias que vivem em regiões remotas do pantanal sul-mato-grossense sem acesso à energia elétrica. Dentre estas famílias, encontram-se trabalhadores rurais, fazendeiros e ribeirinhos. Essas famílias ribeirinhas vivem abaixo da linha de pobreza, sem acesso a infraestrutura, segurança, tecnologia e educação. Problemas estes que são reduzidos com o acesso à energia elétrica que o projeto proporciona.  




O projeto Ilumina Pantanal, faz parte do Programa de Eletrificação Rural do Governo Federal, denominado Luz Para Todos, que tem como parceiros Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Eletrobras, o governo do Mato Grosso do Sul e o Grupo Energisa. 

Resultados esperados:  

· Desenvolvimento de uma solução robusta, leve, compacta e com o menor impacto ambiental possível para o fornecimento de até 80 kWh mensais por unidade consumidora de energia 100% renovável, sem emissão de CO2;  

· Impacto tarifário módico, devido a otimização do custo de fornecimento e a participação financeira governamental;  

· Geração de mais de 150 vagas de emprego para a região, durante a implantação do projeto;