Energisa Juntos

Grupo Energisa: 119 anos e muitas histórias de quem ajuda a construir o setor elétrico brasileiro

Companhia celebra aniversário e destaca a trajetória de colaboradores que são exemplos de dedicação, superação e desenvolvimento profissional

Publicada em: 26/02/2024

 Região: 

Região: 

Brasil

Em 1905, quando a energia elétrica não havia sequer chegado à capital de Minas Gerais, três jovens empreendedores iniciaram a construção de uma pequena usina hidroelétrica no interior do estado, na cidade de Cataguases, para atender a fábricas e fazendas de café da região. Ali nascia a Companhia Força e Luz Cataguazes-Leopoldina (CFLCL), que eventualmente se tornaria o Grupo Energisa. Ao longo de 119 anos, a empresa tem se dedicado à sua missão de proporcionar acesso universal, justo, eficiente e moderno à eletricidade. Hoje, o Grupo Energisa é o maior grupo privado de capital nacional do setor elétrico brasileiro, atendendo a mais de 20 milhões de pessoas em todo o país. Sua história é permeada por valores de pioneirismo, trabalho e honestidade.

Embora seja reconhecido por sua vasta infraestrutura tecnológica de distribuição de energia, o Grupo Energisa é, antes de tudo, impulsionado pela potência das pessoas. Seus colaboradores formam uma equipe dedicada que trabalham incansavelmente para garantir confiabilidade e segurança aos seus clientes. Por meio de uma abordagem centrada nas pessoas, a Energisa se destaca como uma das 70 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, com 93% dos colaboradores relatando orgulho de pertencer. 

Em 2023, 70,5% das vagas disponíveis no Grupo Energisa foram preenchidas por colaboradores internos, proporcionando oportunidades de crescimento e desenvolvimento de carreira dentro da própria empresa. Essa prática não apenas fortalece o vínculo dos profissionais com a companhia, mas também abre novas perspectivas para aqueles que ingressam no mercado de trabalho.

Desde seus primórdios, o Grupo Energisa foi pioneiro na valorização de seus colaboradores, sendo das primeiras empresas do mundo a conceder Participação nos Lucros e Resultados (PLR), já em 1925. A empresa oferece hoje uma ampla gama de benefícios, incluindo plano de saúde, vale-alimentação, Programa de Saúde Integrada, bolsas de estudos e treinamentos, além de parcerias com instituições de ensino para concessão de desconto beneficiando colaboradores e dependentes.

Para fomentar a capacitação profissional, a Energisa oferece uma ampla variedade de cursos, bolsas de estudo e treinamentos. Em 2023, por meio da Plataforma Educativa à Distância, foram registradas mais de 238 mil participações dos colaboradores e mais de 1,1 milhão de horas de treinamento, somando os cursos presenciais e à distância. São mais de 200 cursos com trilhas de aprendizagem comercial, distribuição, liderança, logística, atendimento, suporte e gestão estratégica, além dos cursos admissionais, de segurança, LGPD, formação de eletricistas, reciclagem de pilotagem e direção defensiva.

Conversando com colaboradores de todo o país, é possível ouvir muitas histórias de sucesso e evolução dentro da carreira, revelando o compromisso da Energisa com o desenvolvimento de cada um de seus colaboradores.

Paulo Vitor Riguete: capacitação profissional para ir mais além

Um exemplo dessa evolução é a trajetória de Paulo Vitor Riguete, técnico de distribuição da Energisa Minas Rio. Mineiro de Cataguases, cidade onde a própria Energisa nasceu há mais de um século. Paulo trabalha hoje com novas tecnologias em manutenção e construção de redes, que visam aprimorar o trabalho dos colaboradores. Toda o seu percurso dentro da empresa foi marcado pelo foco da Energisa em capacitação de seus profissionais.

– Entrei na Energisa em 2016, através de um curso de eletricista dado pela própria empresa. Trabalhava no primeiro atendimento, atendendo aos chamados dos clientes e vendo o que era possível fazer para restabelecer a luz. Mas tudo mudou muito rápido. Em 2 anos, fiz um curso de formação de eletricista de linha viva e passei a trabalhar na manutenção da rede. Um trabalho perigoso, de muita responsabilidade, mas com todo o suporte e segurança da Energisa – conta Paulo.

Depois dessa etapa de seu desenvolvimento profissional, Paulo resolveu fazer outro curso, agora de eletrotécnica, passando para o setor de inspeção, responsável por antecipar possíveis problemas na rede para evitar perdas e falta de luz. Mas seu sonho mesmo era se formar em engenharia. Vendo o seu interesse de aprender sempre mais, a empresa continuou investindo nele.

– Sempre quis ser engenheiro, mas fiz outros caminhos na vida, tive filho muito cedo e precisei correr atrás para ganhar a vida. A Energisa acreditou muito no meu potencial, ela visa muito a evolução e o aprendizado do colaborador. Estou agora completando 2 anos de engenharia elétrica com uma bolsa da empresa. Sem isso, não teria condição de cursar uma universidade. Trabalho de dia e estudo de noite, mas com uma alegria enorme de estar na Energisa e de ter esse reconhecimento e o incentivo da empresa para crescer na carreira – finaliza Paulo.

Paulo Vitor Riguete, técnico de distribuição da Energisa Minas Rio
Paulo Vitor Riguete, técnico de distribuição da Energisa Minas Rio

 

Thamara Campos: uma carreira na velocidade da luz

 

Não é só a eletricidade que corre na velocidade da luz. Na Energisa, as mudanças e avanços profissionais também seguem um ritmo elétrico. Esse é o caso de Thamara Campos, que com apenas 1 ano na empresa, já passou por muitas experiências. Começando como trainee, Thamara viveu todo o percurso de evolução da carreira dentro da empresa. Trabalhando hoje em Campo Grande (MS), ela já conheceu unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e Cataguases.

– A Energisa oferece oportunidades únicas para quem está aqui dentro. Entrar como trainee foi super difícil, pela concorrência e pelo processo seletivo sério. Então já foi uma alegria entrar, mas uma vez trabalhando na empresa eu aprendi, em menos de 1 ano, o que levaria 3 ou 4 anos em qualquer outro lugar. Se eu pudesse resumir a Energisa em uma palavra, seria: conhecimento – conta Thamara.

Nesse período, Thamara passou de trainee a engenheira de estudos, trabalhando na parte de manutenção. O trabalho é dinâmico e desafiador, oferecendo oportunidades constantes de crescimento e aprendizado.

– Além de tudo o que aprendi profissionalmente, encontrei um ambiente muito acolhedor. Sou de Betim (MG), e vim trabalhar em Campo Grande (MS) sem conhecer ninguém. Foi incrível encontrar uma empresa e um time de pessoas que se preocupam e abraçam os colegas. Passei por muitas áreas conhecendo a empresa por dentro, viajei para São Paulo, Rio, Cataguases, sempre encontrando diretores, vice-presidentes, em um processo de conhecimento que não me deixou intimidada na hora de falar com a alta gerência. Isso tudo tem sido muito engrandecedor – explica Thamara.

A engenheira Thamara Campos em frente à Usina Maurício, inaugurada em 1908
A engenheira Thamara Campos em frente à Usina Maurício, inaugurada em 1908

Galdino da Silva Gomes: profissão passada de pai para filho

Quem conhece bem o ambiente caloroso e acolhedor da Energisa é Galdino da Silva Gomes. Nascido e criado em Rio Branco (AC), Galdino entrou na Energisa Acre em 2020, primeiro como técnico, depois líder de campo até chegar ao cargo de supervisor de combate a perdas. Sua história na empresa não foi por acaso. Galdino aprendeu a profissão com o pai, Waldemir Gomes, que trabalha na Energisa desde que ela chegou ao Acre, em 2018:

– Eu via o meu pai trabalhando com elétrica e sempre quis seguir essa carreira. Ele me ajudou muito, com cursos e toda a minha formação. Eu trabalho na área desde os meus 18 anos, seguindo os passos de meu pai. Fazer parte da Energisa é um orgulho para mim e para minha família. Só quem está aqui dentro sabe a responsabilidade e a alegria de trabalhar nessa empresa – completa Galdino.

O dia a dia de cada um na empresa acontecia em locais diferentes, mas em 2022, depois de anos trabalhando na Energisa sem se encontrar, uma ação de campo acabou reunindo pai e filho.

– Fui para o campo sabendo que teria que efetuar o desligamento de uma conexão clandestina, mas não sabia que meu pai estaria nessa equipe. Quando nos vimos, foi uma emoção muito grande para os dois. Quis dar o meu melhor naquele dia, para que ele visse como valeu a pena toda a dedicação. Foi um dia de muita felicidade, um dia de trabalho em família – relembra Galdino.

Pai e filho em trabalho de campo na Energisa Acre
Pai e filho em trabalho de campo na Energisa Acre

Rafael Guida: percorrendo o Brasil com a Energisa

Não é só quem trabalha em campo que viaja muito com a Energisa. Muitos colaboradores passam por experiências em diversas unidades do Grupo Energisa, como é o caso de Rafael Guida, hoje coordenador de atendimento da Energisa Sul Sudeste. Colaborador da empresa há mais de 10 anos, ele já rodou o país e se mudou de cidade 5 vezes, sempre reinventando a sua carreira ao longo do caminho. 

Natural de Feira Nova, uma pequena cidade de 8 mil pessoas no interior do Maranhão, Rafael tinha grandes sonhos desde cedo. Aos 17 anos, teve a oportunidade de entrar numa vaga de jovem aprendiz na Energisa Tocantins e mudou-se para Araguaína, no estado vizinho. Ao final do programa, decidiu fazer uma faculdade de contabilidade e passou para uma vaga de leiturista em Nova Olinda, também em Tocantins. Terminada a faculdade, Rafael foi então para a capital do estado, Palmas, onde trabalhou como assistente administrativo. Mas isso ainda não foi o suficiente para Rafael, que começou a visar os cargos de liderança. Em 2018, passou no processo seletivo para supervisor de atendimento na regional de Guaraí (TO) até que surgiu uma vaga de coordenador de atendimento na Energisa Sul Sudeste. Em 2023, Rafael se mudou para Presidente Prudente (SP), onde mora até hoje, depois de ter saído do Maranhão e passado por várias cidades do Tocantins até chegar ao Sudeste do país.

– Eu passei por várias cidades do Brasil e unidades da Energisa, felizmente sempre avançando na profissão. Vejo a Energisa como uma escola para se desenvolver. Fiz cursos custeados pela empresa que me deram muito conhecimento. A Energisa oferece muitas oportunidades, basta o profissional saber aproveitá-las e mostrar que tem a energia necessária para ir adiante – conta Rafael.

Rafael Guida, coordenador de atendimento da Energisa Sul Sudeste
Rafael Guida, coordenador de atendimento da Energisa Sul Sudeste

Williams Guilherme Santos: acessibilidade e superação

Espalhado por todas as regiões do país, o Grupo Energisa abraça uma diversidade muito grande, em uma equipe de pessoas com diferentes sotaques, culturas e histórias de vida. Promover a inclusão em seu quadro de colaboradores é mais do que um ideal, é uma realidade diária. Hoje, parte de vagas e bolsas são destinadas exclusivamente para pessoas com deficiência (PcD), e as instalações da empresa são pensadas para permitir acessibilidade para todos que necessitam. 

Quem acompanhou essa trajetória na Energisa foi Williams Guilherme Santos, que está na empresa há mais de 20 anos. Natural de Palmeira dos Índios (AL), Williams chegou a Palmas (TO) em 1999. Ele conta que sempre passava na porta da Energisa a caminho do curso de informática e dizia para a mãe: “um dia vou trabalhar aí!” A profecia era mais que verdadeira. Com coragem, William deixou um currículo na porta da empresa e todos os dias voltava para saber de alguma vaga. 

– Mesmo eu sendo cadeirante, eu aparecia lá todo dia pra saber se tinham novas vagas. A primeira oportunidade que apareceu foi no call center, mas a atendente me avisou que eram 4 andares de escada. Não era uma vaga específica para PcD, mas fiz um longo processo seletivo e fui selecionado – conta Williams.

Entre 2008 e 2012, Williams cursou a faculdade de informática com bolsa da Energisa. Mesmo com a formação em T.I., na área de computadores e redes, ele quis mais. Em 2022, ganhou mais uma bolsa da empresa para um curso de eletricista. Hoje ele é analista do departamento comercial, trabalhando com tratamento de dados e ainda sonha em se formar em engenharia elétrica.

– A Energisa é um pilar fundamental para mim. Pude crescer aqui dentro, sempre aprendendo coisas novas. Pelo incentivo da empresa, conquistei coisas que eu nem imaginava e ainda quero mais! A cabeça da empresa também mudou. O prédio novo foi construído já com 100% de acessibilidade, com rampas, corredores largos, elevadores, e eu posso circular sem dificuldade por todos os lados. Trabalhar aqui mudou a minha vida e a da minha família, é um orgulho e um prazer – finaliza Williams.

 

Williams Guilherme Santos da Silva, analista do departamento comercial da Energisa Tocantins
Williams Guilherme Santos da Silva, analista do departamento comercial da Energisa Tocantins

O Grupo Energisa celebra seus 119 anos de história com os olhos voltados para o futuro. Ao valorizar o desenvolvimento de seus colaboradores, a empresa busca cultivar um ambiente de trabalho que promova a excelência e a inovação. Com esse compromisso, a Energisa busca garantir a eficiência e a segurança no acesso à energia para os mais de 20 milhões de brasileiros que atende em todo o país.

 

aniversário, Grupo Energisa

Compartilhe essa notícia