Energisa Juntos

Nova linha de transmissão da Energisa fortalece energia limpa no Nordeste

Grupo Energisa adquire lote estratégico no último leilão de transmissão da ANEEL

Publicada em: 12/04/2024

 Região: 

Região: 

Brasil

Transmissora, Aneel

O Grupo Energisa acaba de acrescentar ao seu portfólio sua 13ª concessão de transmissão de energia, com 2 linhas localizadas nos estados do Maranhão e Piauí. A aquisição se deu no Leilão de Transmissão 01/2024 da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), realizado na última quinta-feira (28/3). A previsão é que os novos empreendimentos entrem em operação em junho de 2030.

Consideramos o resultado do leilão muito positivo para o Grupo. Entendemos que essa foi uma oportunidade para alavancar ainda mais nosso setor de transmissão, seguindo o movimento que nos fez crescer quase 10 vezes em pouco mais de seis anos. Os lotes que arrematamos hoje chegam para somar na capacidade da Companhia e estão em linha com um dos nossos maiores objetivos, que é democratizar o acesso à energia de qualidade e protagonizar a transformação energética no país, tendo em vista que o empreendimento é importante para o escoamento de energia limpa”, ressalta Gabriel Mussi, diretor-presidente de Geração e Transmissão de Energia.

Foto do leilão realizado na Bolsa de Valores

Atualmente, o Nordeste é responsável por 83% da energia eólica e solar produzida no Brasil e concentra a maioria dos projetos em fase de desenvolvimento. A construção da nova linha de transmissão amplia as possibilidades de conexão com novos empreendimentos de geração e atende ao crescimento da demanda local.

Uma característica das indústrias renováveis é que não há armazenamento do sol e do vento. A energia solar só é gerada durante o dia, enquanto o vento é mais incidente à noite em muitas regiões no Brasil. Então as redes de transmissão se fazem necessárias para dar maleabilidade e confiança ao sistema elétrico: se há muito sol, despacha-se o máximo de energia da usina solar; quando começa a anoitecer, com o sol caindo, despacha-se o máximo da eólica com o vento soprando. 

Com esta aquisição, o Grupo Energisa reforça seu compromisso em melhorar a infraestrutura do setor elétrico no país, levando mais confiabilidade para o fornecimento aos consumidores, além de contribuir para o processo de descarbonização da matriz energética brasileira.

Mapa das linhas de transmissão da Energisa



 

Compartilhe essa notícia