Energisa Juntos

Conheça o E-nova, a incubadora de ideias do Grupo Energisa

Plataforma colaborativa de desenvolvimento de projetos estimula o empreendedorismo e a criatividade dentro da empresa

Publicada em: 15/06/2023

 Categoria:

 Inovação

 Região: 

Região: 

Brasil

A expressão "reinventar a roda" é usada para descrever situações em que alguém tenta criar uma solução inovadora para um problema que já foi resolvido anteriormente. Mas será que a roda que utilizamos é a mesma desde sua invenção?

Um exemplo inspirador é a evolução das rodas de bicicleta ao longo dos anos. Inicialmente, elas eram construídas com aros de madeira conectados a eixos centrais, como as rodas de carroça. Em 1818, o inventor alemão Karl von Drais desenvolveu a draisiana, uma precursora da bicicleta moderna, que já contava com uma roda dianteira direcionável, com um pneu de borracha sólido e armação de aço. Algumas décadas depois, a introdução do pneu inflável de borracha marcou outro marco importante na evolução da roda de bicicleta, proporcionando um passeio mais suave. Em 1885, John Starley retira o pedal do eixo da roda e o transfere para um sistema conectado com engrenagens e correia, como é hoje, dando fim à era das antigas bicicletas com a roda dianteira gigante e a roda traseira pequena. A verdade é que desde a invenção da bicicleta, a roda já foi reinventada inúmeras vezes.

Graças ao espírito inovador de muitos inventores, a bicicleta conseguiu se tornar o produto que é hoje, simples e sofisticado ao mesmo tempo. Da primeira roda para a bicicleta, e desta para a primeira startup que a incluiu na mobilidade urbana sustentável, percebem-se incrementos de criatividade que vêm melhorando a qualidade de vida das pessoas e gerando novos negócios.

E o Grupo Energisa sai na frente neste sentido. Com a plataforma E-nova criada em 2013, a empresa vem apostando na criatividade de seus colaboradores para produzir resultados que não só agilizam seus processos, mas também geram negócios. O E-nova é uma incubadora de ideias que funciona como uma incentivadora do empreendedorismo dentro do Grupo na mesma lógica das startups, permitindo desenvolver novos produtos, verificar sua viabilidade, aperfeiçoá-los e multiplicá-los.

– O E-nova é o programa interno de ideias do Grupo Energisa que busca o incentivo e democratização da inovação para todos os colaboradores. Funciona através de um ambiente virtual, interativo e colaborativo, valorizando o trabalho em equipe, com foco nos resultados. O objetivo principal do programa é promover o teste de boas ideias, replicação dos resultados para todo o Grupo e o lançamento de novos produtos, com a marca Energisa – explica Thiago Enei, coordenador de gestão da inovação da Energisa.

O sucesso do E-nova é resultado do compromisso da alta liderança e de multiplicadores da iniciativa dentro do Grupo Energisa, de modo a progressivamente engajar o time em uma cultura inovadora. A cada ciclo do programa, é realizada uma premiação como no foto acima para reconhecer os colaboradores que apresentaram ideias e tiveram projetos aprovados e implantados.

Na Central de Ideias do E-nova, tudo funciona como uma rede social, onde é possível acessar as ideias, curtir, comentar, marcar amigos e acompanhar toda a evolução da iniciativa através de interações diversas entre os colaboradores do Grupo Energisa. E mais: há na plataforma um sistema de gamificação que gera um ranking automático dos colaboradores, em função das suas interações. Há bottons que identificam o nível conquistado por cada colaborador, em determinados temas, como por exemplo: Idealizador, Colaborativo e Implantador de Ideias. Estas conquistas de pontos são quantificadas em moedas virtuais que permitem a retirada de prêmios na lojinha virtual do E-nova.

O primeiro produto desenvolvido dentro do E-nova é a “cunha separadora de cabos” criada pelos colaboradores Mailson Lourenço, Eliezer Martins de Assis e Waldson Marcos Santiago. O objetivo era resolver um problema comum no trabalho dos eletricistas: a separação de fases de cabos multiplex utilizados nos postes da rede elétrica. O profissional usava algum utensílio artesanal, como um pedaço de madeira, em um improviso que já vinha se naturalizando, mas que tornava a atividade mais difícil e demorada. Com um olhar crítico para esse problema, colaboradores ousaram desenhar um instrumento ergonômico e prático para trazer mais eficiência e segurança ao processo. O novo produto já foi aprovado e está no período final de testes para ser incorporado como ferramenta de trabalho na Energisa. Os criadores da inovação não escondem o orgulho em ver a peça acabada:

– A peça se chama “cunha separadora de cabos” e já tem patente depositada no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) como propriedade do Grupo Energisa. Agora estamos realizando a parceria comercial com um fornecedor para produção da peça em maior escala.

Conheça o E-nova, a incubadora de ideias do Grupo Energisa

Para produzir os experimentos aprovados, o Grupo Energisa tem parceria com laboratórios da rede FabLab, que têm por objetivo promover a cultura do “faça você mesmo”. O FabLab é um laboratório multidisciplinar de prototipagem da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que dispõe de diversos equipamentos necessários para a construção de novos produtos, como impressora 3D, cortadora a laser e fresadora de precisão.

– No laboratório FabLab da UFPB, realizamos uma imersão com eletricistas de campo, alunos de graduação e técnicos do laboratório para criação da nova ferramenta. Após a ideação, a peça foi impressa, com apoio de uma impressora 3D, e conseguimos realizar os testes em campo do protótipo criado. Em seguida, realizamos mais um ciclo de ideação, depois dos testes em campo, obtendo as melhorias e versão final da peça.

Essa história de sucesso é apenas um exemplo do potencial transformador que a inovação pode ter no ambiente de trabalho. O Grupo Energisa, por meio de sua plataforma E-nova, demonstra seu compromisso com a criatividade, incentivando seus colaboradores a gerar ideias, testá-las e transformá-las em novos produtos e negócios. Essa cultura inovadora reflete o reconhecimento de que a invenção e a reinvenção são essenciais para impulsionar o sucesso e oferecer soluções cada vez melhores para os desafios do mundo atual.

Compartilhe essa notícia