Energisa Juntos

300 mil árvores para refrescar Cuiabá

Projeto Verde Novo, apoiado pela Energisa, prevê distribuir e plantar 300 mil mudas de árvores na cidade em 5 anos

Publicada em: 15/05/2024

 Categoria:

 Sustentabilidade

 Região: 

Região: 

Mato Grosso

Árvores, Arborização, Meio Ambiente

Cuiabá, capital do Mato Grosso, ainda é carinhosamente chamada de Cidade Verde. O apelido, que vem da vegetação abundante da região, tem perdido espaço para o cimento e o crescimento urbano. Mas o projeto Verde Novo quer resgatar as raízes da cidade, trazendo de volta o verde para parques, calçadas, escolas e avenidas.

Em 2017, o Juizado Volante Ambiental, uma das únicas varas especializadas em matéria ambiental do país, lançou a iniciativa pioneira, junto com a ONG Ação Verde. Visando a preservação ambiental, o embelezamento urbano e a conscientização da população, o projeto realizava o plantio, a doação de mudas e atividades educativas para a população. Hoje, o projeto já virou um programa oficial abraçado pelo Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT), com abrangência em Cuiabá e Várzea Grande, mas podendo ser expandido para qualquer cidade mediante solicitação das autoridades locais.

O Grupo Energisa é parceiro, apoiando o projeto desde 2019 e reafirmando o seu compromisso com a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente. Uma ação que não cessou nem mesmo durante a pandemia, seguindo sem ações coletivas, mas com uma distribuição de porta em porta de mais de 5.000 mudas só em 2020.

Entrega de uma muda de árvore

A Energisa é uma parceira fundamental do projeto. Não contamos com verba direta, não há custo direto nem para o TJ nem para o município. Trabalhamos com voluntários e com parceiros que doam mudas ou serviços. A Energisa chegou com muito conhecimento, ajudando também na parte educativa e de conscientização dentro das comunidades e das escolas”, conta Sergio Savioli coordenador do projeto sob a gestão do desembargador Rodrigo Roberto Curvo.

O projeto apoiado pela empresa já plantou e distribuiu mais de 190 mil árvores em Cuiabá e Várzea Grande e não pretende parar por aí. A ideia agora é, depois das comemorações dos 300 anos de Cuiabá em 2019, chegar a mais 300 mil árvores nos próximos cinco anos.

A ação, que conta com o apoio da população, visa não apenas embelezar a cidade, mas principalmente promover a conscientização ambiental e o engajamento cívico. Por meio de ações educativas em escolas e espaços comunitários, o projeto busca sensibilizar os cidadãos sobre a importância da preservação do meio ambiente e do papel de cada indivíduo na construção de uma cidade mais sustentável.

Chamamos sempre a população local para as ações de plantio que acontecem em áreas públicas na época de chuvas. Assim, ampliamos a rede de proteção dessa vegetação. Há leis que protegem a poda exagerada e o corte, mas quando a população se engaja, ganhamos muitos fiscais que defendem a natureza. Nos períodos de seca, migramos para escolas e áreas privadas, pois necessitamos de mais cuidado com as mudas nessa época. O trabalho educativo nas escolas também alimenta as crianças, que são os maiores replicadores dessas ideias para um futuro mais verde”, complementa Savioli.

Outro cuidado importante é realizar o plantio certo de espécies que não irão danificar a rede elétrica dentro de áreas urbanas muito populosas. Neste sentido, o conhecimento técnico advindo da parceria com a Energisa é valioso.

Nós temos na Energisa um valor claro que é levar energia de qualidade. Mas para fazer isso, nós sempre pensamos na sustentabilidade. Por isso, é muito importante estar junto com o Tribunal no Verde Novo. Além dos mutirões de plantio, nossos colaboradores estão recebendo mudas para plantar em casa e ainda estão participando de ações de conscientização”, afirma o diretor-presidente da Energisa Mato Grosso, Gabriel Alves Pereira Júnior. 

Plantio de uma muda de árvore

Um desses colaboradores é o engenheiro de operações Tiago Duarte. Conhecendo o programa por meio da Energisa, Tiago pegou sua primeira muda em 2021 e hoje se orgulha de colaborar fazendo as plantas crescerem em casa e depois replantando as de maior porte em áreas abertas.

É gratificante participar do projeto! Às vezes, nos perdemos na correria da rotina, mas cuidar de uma árvore toma menos tempo do que parece. Já plantei um ipê que não cabia mais aqui em casa e agora estou com um pé de graviola que cresceu bastante também. Ter essas árvores em casa acaba influenciando familiares e amigos, que veem como uma ação simples gera tantos resultados”, conta Tiago.

O aquecimento global é uma realidade e Cuiabá tem batidos sucessivos recordes de temperatura. O projeto Verde Novo vem em boa hora como uma ação que envolve o poder público, empresas privadas como a Energisa e toda a população em uma ação polinizadora que ajuda a mitigar um grave problema.

A Energisa não está aqui apenas para ser uma concessão de um serviço público. Ela é parceira das boas iniciativas que vão desenvolver, transformar e fazer o estado brilhar ainda mais. Se Mato Grosso tem pressa, a gente corre junto”, reforça o diretor-presidente da companhia.

Se você mora em Cuiabá ou Várzea Grande e quer conhecer mais do projeto, pode acessar o site projetoverdenovo.tjmt.jus.br, acessar o Instagram do projeto em @projeto.verdenovo e ainda entrar em contato, somente por WhatsApp, com o Disque Muda no número (65) 3648-6879.

 

Compartilhe essa notícia