Energisa Juntos

Vento em popa: Energisa impulsiona jovem dupla campeã de vela

Energisa expande o apoio aos atletas da vela e patrocina Joana Gonçalves e Gabriela Vassel, medalhas de ouro no Mundial da Juventude 2023

Publicada em: 22/12/2023

 Categoria:

 Sustentabilidade

 Região: 

Região: 

Brasil

Em diversas mitologias, a força dos ares é domínio de deuses poderosos. Na mitologia iorubá, é Iansã quem sopra os ventos, afastando os males e conferindo proteção. Na Grécia antiga, era Éolo quem agitava os ares com o poder concedido por Zeus. Das antigas lendas às modernas turbinas de energia eólica, a força dos ventos nos impulsiona para ir sempre mais além.

É essa mesma potência que uma jovem dupla aproveita para velejar rumo ao futuro. Patrocinada pela Energisa, a equipe formada por Joana Gonçalves e Gabriela Vassel, ambas de 18 anos, acaba de se sagrar campeã na classe 420 feminino do Mundial da Juventude 2023, realizado nas águas de Búzios, no Rio de Janeiro.

O evento reuniu mais de 400 velejadores de 62 países na cidade do litoral fluminense, que também foi o palco do primeiro título das bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, em 2009. Essa experiente dupla, que também conta com o patrocínio da Energisa, foi quem trouxe a última medalha de ouro da vela para o Brasil, nas olimpíadas de Tóquio 2020, na classe 49erFX.

As futuras campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze no Mundial da Juventude em 2009 As futuras campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze no Mundial da Juventude em 2009

A vela é o esporte que mais trouxe medalhas de ouro para o Brasil em Olimpíadas, num total de 19 medalhas, sendo 8 de ouro. Inspirada pelo sucesso dessa modalidade, a Energisa quer renovar a energia do esporte náutico brasileiro investindo na vela jovem.

A vela brasileira tem como destaque o núcleo de base do programa da Confederação Brasileira de Vela – CBVela, junto ao Ministério do Esporte. O projeto também patrocinado pelo Grupo Energisa, ajuda no fomento à modalidade desde o ano passado. Adolescentes entre 13 e 17 anos são recebidos na Marina da Glória (sede da Rio 2016) ou no Clube Naval em Charitas, Niterói, para treinamentos visando competições nacionais e internacionais de Vela Jovem. O trabalho leva jovens atletas a se aperfeiçoarem na modalidade, com a finalidade de levá-los ao alto rendimento, incluindo participações em classes olímpicas e panamericanas.

O intenso trabalho vem colhendo frutos. Composta por 13 atletas, a equipe brasileira fez bonito na competição conhecida por revelar campeões olímpicos, panamericanos e mundiais como Robert Scheidt, as já citadas Martine Grael e Kahena Kunze, além de Ricardo Winicki. O time passou por um camping de treinamento da CBVela realizado semanas antes na mesma raia do mundial, e competiu com garra nas mais de 140 regatas que compõem o circuito. O Brasil ainda conquistou o quarto lugar na categoria 420 mista, com os atletas Lucas Freitas e Victoria Back. Confira os resultados completos do torneio.

As nossas campeãs da juventude Joana e Gabriela estiveram na frente desde o primeiro dia e contaram como foi a emoção de levar o ouro:

Ganhar em casa é ainda mais especial. O campeonato foi lindo! – comemorou Joana.

Foi uma conquista importante pra gente, pois treinamos juntas ao longo do ano na mesma raia de Búzios. A sensação de conquistar esse título é incrível e agora vamos para o Sul-Americano no fim do mês – continuou Gabriela.

As nossas meninas-prodígio não param. Para se ter uma ideia do intenso calendário, a dupla sagrou-se campeã em janeiro do Brasileiro da classe 420, em Porto Alegre, uma das portas de entrada para as classes olímpicas. Em julho, foi ao pódio do Mundial Aberto de Alicante, na Espanha, com a medalha de prata. Por fim, a coroação em casa, com o primeiro lugar no Mundial da Juventude, fechando a temporada com chave de ouro.

Com a energia dos ventos e do patrocínio da Energisa, a força da juventude da vela renova as esperanças do Brasil para novas conquistas futuras, preparando uma nova geração da vela para navegar com excelência em qualquer competição.

Martine Grael e Kahena Kunze acompanham Joana Gonçalves e Gabriela Vassel no Mundial da Juventudo 2023Martine Grael e Kahena Kunze acompanham Joana Gonçalves e Gabriela Vassel no Mundial da Juventude 2023

Compartilhe essa notícia